Voltar topo
Para Itinerar

Antropología Fantástica: A Fotografia de Lucia Herrero

Antropología Fantástica evidencia o trabalho da fotógrafa espanhola Lucia Herrero, um dos mais promissores nomes da fotografia contemporânea. Sob a curadoria da renomada curadora e académica Americana Gail Buckland, a exposição é composta por quatro ensaios: Tribos, Espécies, Reindeer-Man e Homenagem a La Bata. Parte documentário, parte fantasia, o trabalho de Lucia Herrero revela-a como mestre de um novo género de narrativa fotográfica.

Ao cruzar conceptualmente a antropologia com a fantasia, Herrero lança um novo olhar sobre a sociedade e a cultura, em que o documentário e a imaginação interagem para desafiar, provocar e levar o espectador a uma reflexão aprofundada sobre os desafios e a complexidade da existência quotidiana.

Com a sua máquina e um irrepreensível uso da luz, Herrero manipula a realidade para elevar a vida quotidiana a um estado de excepção com uma teatralidade intencional. As pessoas retratadas nas fotografias não são conhecidas de Herrero antes do encontro inicial. Assim, há um jogo prévio de persuasão e sedução para criar o vínculo que permite que essas imagens mágicas sejam capturadas.

Lucia Herrero é formada em arquitectura, fotografia e teatro e cada disciplina desempenha um papel importante no seu trabalho fotográfico. A sua educação como arquitecta dá às suas fotos uma estrutura forte; os seus estudos fotográficos ensinaram-lhe uma técnica notável e um preciso domínio da luz, natural e artificial; e o seu treino em teatro físico permite-lhe ler a expressão humana e direccionar a fisicalidade dos sujeitos para a construção de uma auto-imagem simbólica. Antropología Fantástica abre novas fronteiras e afirma Herrero como uma artista importante e original no cenário mundial.

Para mais informações, contacte-nos.