Voltar topo

A exposição Evolução de um Espaço Urbano – Campo das Cebolas

Fotografia da inauguração © Câmara Municipal de Lisboa

A exposição Evolução de um Espaço Urbano – Campo das Cebolas foi inaugurada sábado, dia 14 de Abril de 2018, para celebrar as obras de requalificação deste espaço. No âmbito desta celebração, houve, também neste dia, concertos gratuitos de Ricardo Ribeiro e Filipa Cardoso e dos HMB.

As obras de remodelação do Campo das Cebolas, uma iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa, terminaram recentemente e são evocadas em painéis expositivos já existentes in loco. A intervenção, iniciada em Outubro de 2015, insere-se num ambicioso plano de requalificação de toda a zona da frente ribeirinha de Lisboa, desde Belém até ao Parque das Nações.

Esta área ribeirinha caracterizou-se, desde o período romano, pelo papel fundamental nas funções associadas ao rio. Foi, no século XVI, um amplo terreiro de intensa actividade portuária, denominado Ribeira Velha ou Ribeira das Portas do Mar. No século XVIII, antes do terramoto de 1755, era na Ribeira Velha que se encontrava o grande mercado abastecedor da cidade, com produtos (sobretudo alimentícios) que eram descarregados dos navios para os diversos cais existentes junto ao rio. Foi nesta época que surgiu o topónimo “Campo das Cebolas” para designar esta zona de fervilhantes trocas comerciais. Depois de 1755, o espaço do Campo das Cebolas foi profundamente alterado, estando incluído no novo traçado pombalino da cidade.

O Campo das Cebolas é hoje, graças ao projecto da autoria do arquitecto Carrilho da Graça, um imenso e aprazível espaço verde, que privilegia a relação com o rio e a vista desafogada sobre a encosta da Sé e do Castelo. Um parque infantil complementa a zona de descanso e lazer do amplo jardim arborizado, que já nada tem a ver com o desordenado parque de estacionamento que anteriormente ocupava a zona. Para o substituir, foi criado um parque de estacionamento subterrâneo, integrando um espaço expositivo para alguns dos achados arqueológicos.

A exposição estará patente de 14 de Abril a 3 de Maio de 2018.

Subscrever Newsletter